• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Modelo de currículo : como fazer ...

billshcot

GForum VIP
Entrou
Nov 10, 2010
Mensagens
16,259
Gostos Recebidos
71

1. Não minta​

Por diversos motivos mentir no seu currículo pode ser prejudicial.

Você pode até passar para a etapa seguinte mentindo sobre experiências que não teve, mas as pessoas que trabalham com recrutamento são treinadas para perceber esse tipo de situação durante uma conversa.

Além do mais, mesmo que consiga a vaga, no dia a dia você precisará de conhecimentos técnicos específicos para te ajudar a atuar na sua função. Caso não tenha tido tais experiências, acabará sendo prejudicado por não apresentar esses conhecimentos e isso pode não só interferir na sua reputação com aquela empresa, como também pode dificultar a conquista de novas vagas.

2. Seja objetivo​

Pense que em formatos mais tradicionais de processos seletivos, quem recruta e seleciona pessoas para vagas de emprego lê diversos currículos por dia, o que é uma tarefa muito cansativa.

Portanto, colocar muitas informações pode não ser uma boa ideia e acabar fazendo com que a pessoa que está recrutando se perca na leitura e tenha dificuldades na análise do seu perfil.

Tendo isso em vista, saiba identificar o que é ou não relevante para o seu currículo. Mesmo que você tenha tido muitas experiências profissionais, nem sempre vale a pena citar todas.

Pense no cargo que deseja ocupar e destaque experiências que estejam relacionadas com aquela ocupação e possam agregar no dia a dia da função. Dessa forma, ficará mais fácil identificar se o seu perfil combina com a vaga ou não.

Se quiser falar sobre outras vivências que não estejam no currículo, a entrevista pode ser um bom momento para isso, desde que sejam relevantes para as perguntas feitas durante a conversa com a pessoa que está te entrevistando.

3. Cuidado com erros de gramática​

Erros de português no currículo podem prejudicar a sua imagem diante de quem está recrutando, então utilize ferramentas que te ajudem a evitar tais erros.

O Word e Google Docs, que são as ferramentas mais populares para edição de textos, sublinham palavras e expressões que aparentemente não estão corretas. Logo, elas podem ser grandes aliadas na hora de evitar erros de escrita.

Como fazer um currículo?​

1. Adicione seus dados/ informações pessoais​

O primeiro passo para criar o seu currículo consiste em inserir suas informações pessoais e de contato, faça isso com atenção, pois esses dados são a única forma que a pessoa que está recrutando pode se comunicar com você.

Não é necessário informar CPF e RG, por exemplo, só informe dados muito específicos caso seja solicitado.

O mais importante são informações básicas como:

  • Nome;
  • Idade;
  • Endereço.
E, mesmo assim, essas informações podem variar de acordo com o que é solicitado pelas empresas.

Já os dados de contato que você deve inserir são:

  • Número de telefone (residencial e celular);
  • E-mail.
É importante lembrar que essas informações devem estar atualizadas, pois se a recrutadora ou recrutador não conseguir entrar em contato com você, há a possibilidade de perder a oportunidade de trabalho. Então, fique atento!

Outro ponto de atenção é o e-mail. Evite e-mails com apelidos e, se possível, tenha um e-mail profissional somente com variações do seu nome e sobrenome. Também não se esqueça de olhar a caixa de entrada do seu e-mail diariamente para acompanhar o andamento dos seus processos seletivos e não perder nenhuma tentativa de contato da empresa.

Outras informações como redes sociais e site também podem ser adicionadas, se você assim preferir.

2. Insira a sua formação acadêmica​

Caso esteja cursando ou tenha concluído um curso superior, informe o nome da instituição, ano de início e fim e inclua na sua formação acadêmica.

Se o curso estiver em andamento, pode ser interessante adicionar o turno que estuda, para facilitar na identificação de horários de trabalho.

3. Informe a experiência profissional​

Se você não possui experiências profissionais, recomendamos que veja o nosso artigo sobre Jovem Aprendiz. Lá você encontrará dicas para se tornar um e também irá aprender como fazer um currículo para o primeiro emprego.

Já para pessoas experientes, esse é o momento de colocar o nome da empresa, tempo de trabalho, cargo e uma breve descrição de suas atividades. Coloque a experiência mais recente primeiro e a mais antiga por último.

Caso tenha muitas experiências profissionais, opte por selecionar as que mais fazem sentido para o cargo que você deseja ocupar, para que a pessoa responsável pela análise do seu currículo não fique perdida com tantas informações e consiga se atentar às mais relevantes.

É importante ser objetivo para que fique mais fácil entender se a sua experiência te torna preparado para o cargo ou não.

4. Inclua os idiomas que você domina​

Aqui você deve inserir todos os idiomas que você possui algum grau de conhecimento e informar qual é a língua e o nível de fluência.

Não aumente o seu nível de conhecimento sobre um determinado idioma, pois você poderá ser testado durante uma entrevista.

5. Escreva os cursos que você já fez​

Eventos, projetos, workshops e palestras podem ser inseridos nessa seção, mas garanta que haja um registro ou algum tipo de certificado caso seja solicitado.

Você pode ter feito diversos cursos, mas saiba o que é ou não relevante para determinada vaga e sempre tente inserir aqueles que combinem com a função para a qual você está se candidatando.
 
Topo