A Guerra da Coreia!

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,472
Gostos Recebidos
9
Guerra travada, entre 1950 e 1953, entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. Tratou-se no fundo, de um confronto indirecto entre as grandes superpotências (E.U.A. e U.R.S.S.), que dominavam a cena política internacional durante a chamada Guerra Fria.
image-4955_511C5E36.jpg

A Guerra da Coreia foi um conflito armado entre Coreia do Sul e Coreia do Norte. Ocorreu entre os anos de 1950 e 1953. Teve como pano de fundo a disputa geopolítica entre Estados Unidos (capitalismo) e União Soviética (socialismo). Foi o primeiro conflito armado da Guerra Fria, causando apreensão no mundo todo, pois houve um risco eminente de uma guerra nuclear em função do envolvimento directo entre as duas superpotências militares da época.

Causas da Guerra:

Após a rendição e retirada das tropas japonesas, o norte da Coreia passou a ser aliado dos soviéticos (socialista), enquanto o sul ficou sob a influência norte-americana (capitalista). Esta divisão gerou conflitos entre as duas Coreias. Após diversas tentativas de derrubar o governo sul-coreano, a Coreia do Norte invadiu a Coreia do Sul em 25 de Junho de 1950. As tropas norte-coreanas conquistaram Seul (capital da Coreia do Sul).
image-05B6_511C5F3A.jpg

A Coreia do Norte, liderada por Kim Il-Sung, tentou submeter a Coreia do Sul,
pró-ocidental.

O desenvolvimento da Guerra:

Logo após a invasão norte-coreana, as Nações Unidas enviaram tropas para a região a fim de expulsar os norte-coreanos e devolver o comando de Seul para os sul-coreanos. Os Estados Unidos entraram na guerra ao lado da Coreia do Sul, enquanto a China (aliada da União Soviética) enviou tropas para a zona de conflito para apoiar a Coreia do Norte.

Em 3 de Julho de 1950, depois de várias tentativas para derrubar o governo do sul, a Coreia do Norte ataca de surpresa e toma Seul, a capital. As Nações Unidas condenam o ataque e enviam forças, comandadas pelo general americano Douglas MacArthur, para ajudar a Coreia do Sul a repelir os invasores.
image-CBE4_511C5FEB.jpg

Os Paraquedistas norte-americanos pousando na Coreia durante a Guerra.

Em Setembro, as forças das Nações Unidas começam uma ambiciosa ofensiva para retomar a costa oeste, ocupada pelo exército norte-coreano. No dia 15 desse mês, chegam com certa facilidade a Incheon, perto de Seul, e algumas horas depois entram na cidade ocupada. Os 70.000 soldados norte-coreanos são vencidos pelos 140.000 soldados das Nações Unidas. Cinco dias depois, exactamente três meses após o início das hostilidades, Seul é libertada.
image-AEB1_511C6047.jpg

O mais famoso bombardeiro da Segunda Guerra Mundial, o famoso B-29 bombardeando a Coreia do Norte.

Com essa vitória, os Estados Unidos mantêm sua supremacia no sul. No primeiro dia de Outubro, as forças internacionais violam a fronteira do paralelo 38, como os coreanos haviam feito, e avançam para a Coreia do Norte. Durante quase três anos, o povo coreano, uma das mais notáveis culturas da Ásia, foi envolvido numa brutal guerra fratricida, violentíssima de ambos os lados.
image-888A_511C6186.jpg

Com a ajuda da China, as forças das Nações Unidas são rechaçadas para a Coreia
do Sul. A luta pelo paralelo 38 prossegue.
image-CEA2_511C61C0.jpg

Em Seul, as tropas norte-americanas são visitadas por artistas como Marilyn Monroe, que tenta elevar o moral das tropas.
image-D2FC_511C6204.jpg

A Guerra da Coreia foi palco do primeiro combate aéreo entre aviões a jacto na história: F-86 Sabre
e MIG-15.

Os F-86 Sabre e os MiG-15 marcaram para sempre as mentes dos entusiastas de aviação militar na Guerra da Coreia. O North American F-86 Sabre começou como um projecto de caça a jacto de asas rectas para a Marinha, o FJ-1 Fury. Mas os dados aerodinâmicos capturados dos alemães, somadas às ideias da NACA, convenceram os engenheiros da North American a projectarem asas e cauda enflechadas para o avião. O resultado disso foi o F-86.

Já o MiG-15, foi desenvolvido por Artem Mikoyan e Mikhail Gurevich e voou pela primeira vez em 30 de Dezembro de 1947. Com asa e cauda enflechadas baseadas nos mesmos dados aerodinâmicos alemães, o MiG-15 era impulsionado por um clone da turbina inglesa Rolls-Royce Nene. Os soviéticos tinham comprado o motor dos britânicos.
image-D2B6_511C624B.jpg

O Sabre F-85 era inferior ao MiG-15 em vários aspectos de performance, incluindo a autonomia. O MIG-15 podia subir mais rápido que o Sabre em todas as altitudes, embora o último fosse ligeiramente mais rápido em voo nivelado. O tecto operacional superior do MIG-15 dava-lhe uma vantagem inicial, por causa da maior aceleração num mergulho, mas o Sabre era mais pesado e por isso tinha um mergulho sustentado melhor. Apesar destes defeitos, os pilotos norte-americanos saíram vencedores nos combates aéreos devido à sua enorme experiência e treino.

O recorde de combate dos Sabres na Coreia é impressionante: das 900 vitórias aéreas requeridas pela USAF, 792 dos MIG-15 foram abatidos pelos Sabres. Os MIG-15, por sua vez, derrubaram 78 Sabres. Entretanto, pesquisas feitas após a guerra, indicam que as vitórias americanas alcançaram no máximo 379 MIG-15. Os soviéticos requeriam 650 Sabres abatidos, mas os registos da USAF mostram 224 F-86 destruídos por todas as causas incluindo acidentes.

O General MacArthur, insistindo no ataque directo à China, é substituído, em Abril de 1951, pelo General Ridgway. Em 23 de Junho começam as negociações de paz, que duram dois anos e resultam num acordo assinado em Panmunjon, em 27 de Julho de 1953. O único resultado é o cessar-fogo. Na guerra coreana morreram cerca de três milhões e meio de pessoas. O tratado de paz ainda não foi assinado, e a Coreia continua dividida em Norte e Sul.

Fim da Guerra:

- Em Julho de 1953, o governo norte-americano ameaçou usar armas nucleares contra Coreia do Norte e China caso a guerra não fosse finalizada com a rendição norte-coreana.

- Em 28 de Março de 1953, Coreia do Norte e China aceitaram a proposta de paz das Nações Unidas.

- Em 27 de Julho de 1953, o tratado de paz foi assinado e decretado o fim da guerra.

Pós-Guerra:

Com o fim da guerra, as duas Coreias permaneceram divididas:

- A península da Coreia é cortada pelo paralelo 38° N, uma linha demarcatória que divide dois exércitos, dois Estados: a República da Coreia, a sul, e a República Popular Democrática da Coreia, ao norte.

Essa demarcação, existente desde 1945 por um acordo entre os governos de Moscovo e Washington, dividiu o povo coreano em dois sistemas políticos opostos: no norte o comunismo apoiado pela União Soviética, e no sul, o capitalismo apoiado pelos Estados Unidos.
image-219D_511C632E.jpg

Actualmente, os conflitos geopolíticos continuaram, embora não fossem mais para a área militar. Actualmente a Coreia do Norte permanece com o regime comunista, enquanto a Coreia do Sul segue no sistema capitalista.
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,472
Gostos Recebidos
9
Combates Aéreos na Guerra da Coreia!

[video=youtube;vR972kKglEU]https://www.youtube.com/watch?v=vR972kKglEU[/video]
[video=youtube;Aj6gvVH6Vgs]https://www.youtube.com/watch?v=Aj6gvVH6Vgs[/video]
[video=youtube;kKwNp-Jghhk]https://www.youtube.com/watch?v=kKwNp-Jghhk[/video]
 
Última edição:

mjtc

GF Platina
Entrou
Fev 10, 2010
Mensagens
9,472
Gostos Recebidos
9
Coreia do Norte: Liberdade ou Morte!

[video=youtube_share;vjKgxftL85M]http://youtu.be/vjKgxftL85M[/video]
 

orban89

Moderador
Team GForum
Entrou
Set 18, 2023
Mensagens
2,527
Gostos Recebidos
52

CHINA X EUA: AS 'ONDAS HUMANAS' CHINESAS NA GUERRA DA CORÉIA



 

orban89

Moderador
Team GForum
Entrou
Set 18, 2023
Mensagens
2,527
Gostos Recebidos
52

GUERRA DA CORÉIA: A BATALHA DE 'BAYONET HILL' E O HEROÍSMO DE LEWIS MILLET​



 
Topo