• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Ciclismo - Troféu Joaquim Agostinho 2023

benfas69

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 5, 2016
Mensagens
58,195
Gostos Recebidos
2,474
Rafael Reis vence prólogo e veste primeira amarela do Troféu Joaquim Agostinho

img_920x519$2023_07_13_20_27_41_2150526.jpg

Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor) é o primeiro líder do Troféu Joaquim Agostinho, depois de bater o companheiro uruguaio Mauricio Moreira no prólogo de oito quilómetros, disputado no Turcifal (Torres Vedras).

Melhor contrarrelogista português a correr no pelotão nacional, o ciclista de 30 anos voou nos oito quilómetros, cumprindo-os em 10,07 minutos, um tempo três segundos mais rápido do que o do campeão em título da Volta a Portugal.

Reis, que também venceu o prólogo do Grande Prémio Abimota, onde viria mesmo a conquistar a geral final, deixou o terceiro classificado, o também português Tiago Antunes (Efapel), a 10 segundos.
Frederico Figueiredo (Glassdrive-Q8-Anicolor), tricampeão em título do Troféu Joaquim Agostinho, perdeu 50 segundos para o seu colega de equipa, ao ser apenas 36.º no curto exercício contra o cronómetro.

Na prova que é o principal barómetro das forças dos principais nomes do ciclismo nacional antes da Volta a Portugal, agendada entre 09 e 20 de agosto, destaque ainda para o bom início dos espanhóis Delio Fernández (AP Hotels&Resorts-Tavira-Farense) e Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Loulé Concelho), respetivamente nono e 10.º, a 30 segundos.
Rafael Reis lidera a geral com as mesmas diferenças registadas na estrada para os perseguidores e vai partir, na sexta-feira, para a primeira etapa, uma ligação de 156,7 quilómetros entre Sobral de Monte Agraço e a Foz do Arelho, com a amarela vestida.

Record
 

benfas69

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 5, 2016
Mensagens
58,195
Gostos Recebidos
2,474
David González vence ao sprint e Rafael Reis mantém liderança do Troféu Joaquim Agostinho

img_920x518$2023_07_14_20_08_01_2150894.jpg

O ciclista espanhol David González (Caja Rural) venceu esta sexta-feira a primeira etapa em linha do 46.º Troféu Joaquim Agostinho, diante do português João Matias (Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua), com Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor) a manter a amarela.

Na Foz do Arelho, ponto final dos 156,7 quilómetros desde Sobral de Monte Agraço, o espanhol de 27 anos impôs-se ao sprint a Matias e ao argentino Tomas Contte (Aviludo-Louletano-Loulé Concelho), que cortaram o risco com as mesmas 03:51.41 horas do vencedor.

Após vencer o prólogo da véspera, Rafael Reis chegou integrado no pelotão, mas viu o seu colega Mauricio Moreira encurtar para um segundo a diferença na geral, depois de o uruguaio, campeão em título da Volta a Portugal, ter ido bonificar na meta volante de Arruda dos Vinhos, logo aos 22,7 quilómetros.

Foi pouco depois que Daniel Dias (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) e Joan Benassar Rossello (Electro Hiper Europa) arriscaram a primeira e única fuga do dia, anulada ao quilómetro 107.

Nos derradeiros 10 quilómetros da etapa, os ataques na cabeça do pelotão foram constantes, mas a chegada foi mesmo decidida ao sprint, com David González a destacar-se.

"Foi uma vitória muito importante para mim. Foi a recompensa do meu trabalho. A equipa foi incrível, cada um deles deu o máximo. Temos um grupo forte na montanha, viemos com muita vontade de conquistar o Troféu e vamos lutar por isso", referiu o espanhol da Caja Rural, que agora lidera a classificação por pontos.

Já na geral, Reis pode ter os dias como camisola amarela contados, já que também Tiago Antunes (Efapel), o terceiro classificado, bonificou para reduzir para seis segundos a diferença para o líder.

No sábado, a segunda etapa, com partida em Serra d'El Rei, é propícia a ataques, com os últimos 50 dos 143,7 quilómetros da tirada a serem disputados num circuito em Torres Vedras que inclui as subidas do Varatojo e da serra da Vila.

Record
 

benfas69

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 5, 2016
Mensagens
58,195
Gostos Recebidos
2,474
Mauricio Moreira assume liderança do Troféu Joaquim Agostinho

img_920x518$2023_07_15_20_12_41_2151165.jpg

O uruguaio Mauricio Moreira (Glassdrive-Q8-Anicolor) subiu hoje à liderança do Troféu Joaquim Agostinho, após a segunda etapa, conquistada pelo ciclista espanhol José Manuel Díaz (Burgos-BH) em Torres Vedras.


No final dos 143,7 quilómetros que ligaram Serra D'El Rei ao circuito torriense, Díaz impôs-se na luta entre espanhóis, cortando a meta em 03:26.52 horas, à frente dos compatriotas Kiko Galván (Equipo Kern Pharma) e Eduard Prades (Caja Rural-Seguros RGA), num triunfo que teve de ser confirmado pelo 'photo finish'.

"É uma vitória importante para mim e para a equipa. Não era favorito para hoje, mas consegui ganhar. Só percebi que podia ganhar quase na linha de meta. Fui o mais rápido e venci no último momento. Quanto a amanhã, no ano passado fui terceiro, e gostaria de, no mínimo, repetir a classificação", referiu o ciclista da Burgos-BH no final da etapa.

Apesar do triunfo espanhol, voltou a ser a Glassdrive-Q8-Anicolor quem mais festejou, uma vez que segurou a amarela, com Mauricio Moreira, que chegou integrado no pelotão, a assumir a liderança da prova, que pertencia ao companheiro Rafael Reis à entrada para esta etapa -- o aniversariante do dia perdeu 52 segundos na meta e despediu-se da mais cobiçada das camisolas.
O campeão em título da Volta a Portugal lidera com um segundo de vantagem sobre Tiago Antunes (Efapel), com o espanhol Francisco Galván (Kern Pharma) em terceiro, a 11.

As várias tentativas de fuga da jornada de hoje, entre as quais a protagonizada pelo tricampeão Frederico Figueiredo (Glassrive-Q8-Anicolor) e por Joaquim Silva (Efapel), não tiveram sucesso, e a tirada foi mesmo discutida ao sprint por um pelotão com 31 unidades, apesar dos inúmeros ataques ocorridos nos últimos quilómetros.

A 46.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho chega ao fim no domingo, com a exigente terceira e última etapa, uma ligação de 185,8 quilómetros, com início na Lourinhã e chegada ao Alto de Montejunto, onde a meta coincide com uma contagem de primeira categoria.

Record
 

benfas69

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 5, 2016
Mensagens
58,195
Gostos Recebidos
2,474
Mauricio Moreira conquista o Troféu Joaquim Agostinho

img_920x518$2023_07_16_20_12_56_2151463.jpg

O ciclista uruguaio Mauricio Moreira (Glassdrive-Q8-Anicolor) conquistou este domingo o Troféu Joaquim Agostinho, com o seu colega português Frederico Figueiredo, o tricampeão destronado, a ter de contentar-se com a vitória na última etapa.
Único ciclista a vencer por três vezes a prova (e logo de forma consecutiva), Figueiredo repetiu hoje triunfo no alto de Montejunto, concluindo em 04:52.37 horas a ligação de 185,8 quilómetros com início na Lourinhã, mas ainda assim não foi capaz de defender o título, agora pertença de Mauricio Moreira.

O uruguaio até esteve envolvido numa queda à entrada para a subida ao Alto de Montejunto, mas conseguiu recuperar a tempo de segurar a amarela e de se tornar no primeiro estrangeiro a erguer o troféu desde 2016, depois de cortar a meta a seis segundos de Fred, com o russo Artem Nych a ser terceiro, a oito.

Os homens da Glassdrive-Q8-Anicolor não só ocuparam os três primeiros lugares da terceira e última etapa, como subiram aos três degraus do pódio: 'Mauri' foi primeiro, Nych segundo a 29 segundos, e o tricampeão acabou em terceiro, a 37.
As primeiras movimentações na etapa rainha da prova aconteceram pouco depois da passagem na primeira meta volante, mas a fuga só pegou à segunda, com oito ciclistas a distanciarem-se.

A iniciativa foi totalmente anulada no início da subida ao Alto de Montejunto, pouco depois do quilómetro 170, altura em que Moreira caiu e Figueiredo se isolou, repetindo a receita de anos anteriores, ainda assim insuficiente para destronar o seu colega uruguaio.
O campeão em título da Volta a Portugal conquistou hoje a segunda corrida por etapas de uma época em que ganhou o Grande Prémio O Jogo e também a Clássica da Primavera, deixando excelentes indicações sobre o seu estado de forma a menos de um mês do arranque da prova rainha do calendário nacional, agendada entre 09 e 20 de agosto.

Já o vice-campeão da passada Volta levou para casa a geral dos pontos e da montanha, com a Glassdrive-Q8-Anicolor a vencer por equipas.
Nas restantes classificações, Daniel Dias (Credibom-LA Alumínio-Marcos Car) manteve a liderança nas metas volantes e Afonso Eulálio (ABTF-Feirense) segurou o triunfo na juventude.

Record
 
Topo