• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Ivo Oliveira sagra-se campeão nacional de ciclismo de fundo

benfas69

Administrator
Team GForum
Entrou
Out 5, 2016
Mensagens
58,195
Gostos Recebidos
2,474
Ivo Oliveira sagra-se campeão nacional de ciclismo de fundo


A cerca de 50 quilómetros da meta Ivo Oliveira, de 26 anos, atacou e ninguém conseguiu responder, com o ciclista a suceder ao colega de equipa João Almeida, que venceu a prova de fundo em 2022 e que na sexta-feira conseguiu o título nacional de contrarrelógio.

O ciclista Ivo Oliveira (UAE Emirates) sagrou-se hoje pela primeira vez campeão português de ciclismo de fundo, ao vencer isolado a prova de elites dos Nacionais, disputados em Mogadouro, com o irmão gémeo Rui Oliveira em segundo.

Ivo Oliveira cumpriu os 169,6 quilómetros com o tempo de 04.16,19 horas, com o irmão gémeo Rui Oliveira (UAE Emirates) a chegar no segundo lugar, a 1,06 minutos do vencedor, enquanto em terceiro ficou Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO), a 1,15 minutos.

O vencedor andou mais de 160 quilómetros em fuga, cerca de 50 destes em solitário, e conseguiu chegar à vitória, numa corrida que se começou a decidir logo de início, com uma fuga de 10 corredores.

Mais tarde, outros quatro ciclistas saíram do pelotão e o grupo de 14 unidades na frente foi ganhando vantagem em relação ao pelotão, onde apenas a Rádio Popular-Paredes-Boavista trabalhava.

A cerca de 50 quilómetros da meta Ivo Oliveira, de 26 anos, atacou e ninguém conseguiu responder, com o ciclista a suceder ao colega de equipa João Almeida, que venceu a prova de fundo em 2022 e que na sexta-feira conseguiu o título nacional de contrarrelógio.

Os ciclistas da UAE Emirates dominaram os Nacionais de elites, ao conseguirem os dois primeiros lugares das provas que estiveram em disputa em Mogadouro.
Na sexta-feira, João Almeida foi o mais forte no contrarrelógio, enquanto Ivo Oliveira ficou no segundo posto, a 35 segundos do vencedor.
Almeida chegou aos Nacionais depois de conseguido o feito histórico de terminar no pódio da Volta a Itália deste ano, conquistando o terceiro posto.

Na prova de fundo, Almeida defendia o título, mas ficou em 14.º, a mais de cinco minutos do primeiro, e foram os gémeos Oliveira que conseguiram o protagonismo, eles que são também ciclistas de créditos firmados na pista, com Ivo a levar a camisola de campeão nacional que vai agora envergar.

DesportoSapo
 
Topo